Estudio Fmesperançanosa

Estudio Fmesperançanosa
Conquistando Nações

Siga Este Blog !!




Ola ! A Paz Do Senhor , Gostaria De Agradecer A Voce Que Ja E Seguidor Do Nosso site , E Gostaria De Pedir A Voce Que Ainda Nao Faz Parte Deste Grupo !! junte-se a nos

VAMOS LA , !!











Google+ Seguidores

Seguidores

SEMEAR

SEMEAR... Quem planta árvores, colhe alimento. Quem semeia flores, colhe perfume. Quem semeia o trigo, colhe o pão. Quem planta amor, colhe amizade. Quem semeia alegria, colhe felicidade. Quem planta a vida, colhe milagres. Quem semeia a verdade, colhe confiança. Quem planta fé, colhe a certeza. Quem semeia carinho, colhe gratidão. No entanto, há quem prefira, semear tristeza e colher desconsolo, plantar discórdia e colher solidão, semear vento e colher tempestade, plantar ira e colher desafeto, semear descaso e colher um adeus, plantar injustiça e colher abandono. Somos semeadores conscientes, espalhamos diariamente milhões de sementes ao nosso redor. Que possamos escolher sempre as melhores, para que, ao recebermos a dádiva da colheita farta, tenhamos apenas motivos para agradecer.

segunda-feira, 15 de maio de 2017

400 muçulmanos de grupo radical violento aceitam Jesus no mesmo dia Etnia Fulani é considerada pelo governo da Nigéria “pior que o Boko Haram”.

Familia cristã da nigéria lamenta morte de parentes após ataque Fulani.
Segundo o Índex de Terrorismo Global os militantes da etnia Fulani podem ser classificados como um dos mais mortíferos do mundo, ao lado do grupo radical Estado Islâmico.O pastor Cooper Sebok tem discipulado os novos convertidos a pregarem o evangelho da paz aos seus amigos e familiares da etnia Fulani.O pastor acredita que a conversão dos 400 muçulmanos prova que qualquer grupo étnico ou tribo pode ser alcançado pelo evangelho.
Um dos recém convertidos, que após ser discipulado foi nomeado pastor expressou a gratidão pela “nova vida” que Deus lhes deu através do evangelho de Jesus Cristo. Hassam Mohammed afirmou que eles, “armados com sua nova fé”, iriam levar o evangelho em seu país.
As mudanças climáticas na Nigéria são uma das causas dos conflitos entre radicais islâmicos e cristãos. Radicais da etnia Funali buscam novas pastagens para o gado, principalmente os pecuaristas do norte do país, de maioria islâmica, mas acabaram entrando em conflito com agricultores cristãos.
As pastagens férteis do sul do país passou a ser invadida por radicais, que matavam ou expulsavam os moradores, além de promover saques e ações radicais contra os cristãos. Com informações Christian Today.

0 comentários:

Postar um comentário

Atenção

* A Radiofmesperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Radiofmesperançanossa

Face Comentarios